Parada LGBT de São Paulo reúne 3 milhões de pessoas

No mês que celebra o orgulho LGBT a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo reuniu 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista e não podia ser diferente, afinal a parada de São Paulo é a maior do mundo.

Neste ano a parada relembra a Revolta de Stonewall, ocorrida em Nova York (EUA) em junho de 1969. Nas ruas da capital paulista, cobertas com as cores do arco-íris, os manifestantes destacaram a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que equipara a homofobia ao crime de racismo.

Ao todo, 19 trios elétricos desfilaram por cerca de sete horas de apresentações com um publico inegavelmente animado.

Apesar de todas as manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro nesta edição não houveram grandes polêmicas na festa.

Os shows da Parada

Apesar da ausência de Pabllo Vittar o publico que foi até a Avenida Paulista não teve motivos para reclamar. A ex Spice Girl Mel C junto com  Iza, Gloria Groove, Luisa Sonza e Lexa fizeram um show inesquecível.

Mel C com toda a certeza encantou a multidão ao relembrar os antigos sucessos das Spice Girls.

Mel C levantou uma bandeira do movimento LGBT durante o show
Gloria Groove
Luisa Sonza

IZA dança durante seu show na parada LGBT

 

Lexa postou um vídeo da apresentação nas redes sociais:

 

Além das cantoras muitas famosas foram a parada como a apresentadora Fernanda Lima e as atrizes Maria Casadevall e Bruna Linzmeyer

Fernada Lima
Bruna Linzmeyer e a namorada Priscila Fiszman
Maria Casadevall